Luiz Fernando da Silva Borges foi considerado o melhor aluno do mundo. Ele estudou a vida toda em escola pública e criou próteses e órteses a partir de ressonâncias neourofuncionais. Um ser humano diferenciado que teremos a satisfação de recebê-lo no LAIS.

Sobre o ministrador Luiz Fernando da Silva Borges:

Aproximadamente 14 mil pessoas tiveram asteroides batizados com seus nomes, a exemplo de Galileu Galilei e os Beatles. Em 2016 foi a hora do aquidauanense Luiz Fernando da Silva Borges obter a honra por sua colaboração no âmbito científico.

O asteroide foi intitulado com uma sequência numérica e seu sobrenome, Borges. Ele ganhou o primeiro lugar na categoria engenharia biomédica da Feira Internacional de Ciências e Engenharia Intel ISEF. Ao todo, a cerimônia reuniu mais de 1.700 jovens cientistas de 77 países.

Resumindo, o projeto mostrou como construir com base na neurociência uma prótese robótica para quem teve braços amputados, que garanta o controle amplo das articulações, diferente das que existem em que a pessoa só consegue abrir e fechar as mãos. “Foi algo muito legal, tinha gente do mundo todo lá e trazer o prêmio para o Brasil, aqui para Mato Grosso do Sul foi uma experiência muito gratificante”, afirma Luiz.

Link do trecho da entrevista dele no “Conversa com Bial”: globoplay.globo.com/v/6794896/




Categorias: Cursos / Eventos